Hilda Milk

Artigos da Escritora Hilda dos Santos Milk.

        Hilda dos Santos Milk/GuerreiraXue, nascida aos 24/08 em Rosário do Sul, no estado do RS.         Atualmente residente em São Paulo desde 1987.         Trabalhou em diversas atividades, sendo vendedora...
              Apresento-vos o livro infanto juvenil O O gro e a tecelã.             O livro fala sobre um garoto de...
EU ERA ÍNDIO -Como assim era, não és mais? -Não sei dizer direito porque minha história se perdeu, não tenho herança, mas uma coisa é certa. Eu era índio... -Continue, faz favor. Se não sabe de sua história, como saber que era índio? -Sou brasileiro, neto de alemão com índio por parte de...
1 | 2 >>

Artigos Literários por Hilda dos Santos Milk.

Na rotina diária o homem respira, trabalha, come e dorme. Suas diversões são; futebol das quartas e a bebedeira das sextas, acompanhado de outros bêbados que chamam de hora feliz. Certo ou errado, cada um é que sabe de si. Algumas mulheres acompanham o ritmo, dando colorido ao...
Na era da escuridão ele já existia, e quando se fez a luz, ele ausentou-se, pois foi de ferias para África. Ao retornar ao país de origem ele estava entrado em anos, e os amigos de infância tinham morrido. E ele chorou. Nesse momento que ele percebeu que o tempo não ligava para a sua morte. Depois...
Quando era menina morava na Vila Harmonia, e logo depois do rio vivia uma mulher sozinha, a quem todos chamavam de tia Irene, e se era minha, eu não sei. Há que se diga que esse nome é de bruxa mesmo. Segundo as línguas do lugar ela tirava mau-olhado, tristeza, devolvia a alegria e fazia homem...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Caminhos do vento!

O dia estava bonito E ela sentada na areia Construindo seu castelo Sonhando Sabe-se lá com o que Não vê o mar Não olha o horizonte Está como que encantada Carrega dentro de si A ilusão de amar E nela, está sendo amada Querida e desejada Tanto que nem percebe a chuva Que vem forte e rápida E a maré...
Desde menina, ela era linda. Muito vaidosa, e admirada. Sua mãe dizia preocupada Não se gabe disso Porque a beleza de fora  o tempo leva Se quiser um dia ser amada Terá de ser capaz de mostrar O que poucos vão ver O que há dentro de você Porque isto Só a morte pode levar. O tempo passou, A...
Ela sabia que era culpada de sua cegueira. Embora tivesse sido julgada e absolvida, ainda era culpada. Ela levou-o para casa, cuidou de suas feridas que logo cicatrizaram, mas a visão, essa não foi recuperada. E não havia dia que ela não pensasse: “sou culpada!”. Mas a vida tem destas surpresas, e...
<< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Contato

Leandro Campos Alves Caxambu MG / Liberdade MG. leandrocalves@hotmail.com