Amigo Eterno

Hoje a matemática ficou órfã,

perdeu sua operação de multiplicação.

Multiplicar conhecimentos,

a lealdade e o discernimento.

 

Multiplicar a verdade,

a palavra amiga,

o laço de amizade,

a voz da autoridade.

 

Multiplicar o amor pelo ensino,

a gana do saber.

Nos preparando para o futuro,

que o mundo tem a nos oferecer.

 

Minhas lágrimas hoje são versos,

meus versos algarismo de saudades.

Saudades pelo amigo professor Martinho Dias,

saudades eternas de seus alunos de Liberdade.

 

Poema Amigo Eterno.

Leandro Campos Alves.

Livro Memórias Póstumas.

Lançamento para 2018.

 

        Poema de despedida e homenagem ao grande amigo e mestre Professor Martinhos Dias, que nos deixou em 25 de agosto de 2017, e deixará muitas saudades.

 

Todos direitos estão reservados ao autor  conforme artigo (Lei 9610/98).  

 

Contato

Escritor Leandro Campos Alves https://www.clubedeautores.com.br/authors/75816

https://www.facebook.com/escritorleandroalves/

http://busca.saraiva.com.br/q/leandro-campos-alves

https://plus.google.com/u/0/+EscritorLeandroCamposAlves