Biografia Leandro Campos Alves

        Leandro Campos Alves, natural da cidade mineira de Liberdade, cidade situada nas altas terras da Mantiqueira mineira.

      Filho de Sebastião Raimundo e Maria Vanda Campos, teve seu nascimento marcado pelos primeiros obstáculos da vida, pois o parto que começou na tarde de uma sexta feira 30 de junho de 1972, só terminou no anoitecer do domingo 02 de julho de 1972.

      Retirado com fórceps resistiu a vida, mas logo nos primeiros anos viu que algo não era normal, ele apresentava certa dificuldade em falar e andar. Após muitos esforços de seus pais, o menino dava seus primeiros passos e murmurava suas primeiras palavras.

      Na época de iniciação escolar, a diretora da escola que o menino estava para se matricular, foi enfática em afirmar que o jovem deveria ser matriculado em uma escola para crianças especiais, pois por falar errado, trocando as letras ele iria atrasar o desenvolvimento dos outros alunos.

      Após muita luta de sua mãe e o apoio de uma professora primaria que veio a ser sua primeira professora de alfabetização, o jovem passou por uma avaliação com uma psicóloga, só após a avaliação sua matricula efetuada.

      Iniciou seus estudos na Escola Estadual Professor José Estevão em Liberdade, e a partir do ensino médio foi aluno na Escola Estadual Frei José Wulff, onde sofreu a sua reprovação na matéria de Português, pois a troca das letras eram normais em suas anotações e avaliações.

      Anos mais tarde descobriram que o jovem era portador de uma deficiência chamada de dislexia, até então desconhecida na década de oitenta. Pois a dislexia é uma deficiência de transtorno genético de linguagem que, estima-se acometer até 17% da população do mundo, pois os disléxicos tem dificuldade de aprender a ler e a escrever porque confundem os sons de algumas letras, ele tratou de vencer estes obstáculos.

      Em 1991 formou com Técnico em Contabilidade, que lhe deu o direito de lecionar no antigo supletivo, também no ensino “técnico de contabilidade” nas matérias de “economia” e “matemática financeira”.

       Foi funcionário da extinta Telemig, e logo após entrou na Companhia de Saneamento do estado de Minas Gerais.

       Casado e pai de dois filhos, além de sua cidade natal foi morador de Pouso Alegre e Carvalhos e Caxambu, todas cidades do estado de Minas Gerais.

        Irmão da Poetisa Deuseli Campos Alves que foi a sua inspiração para a leitura, encontrou no world a ferramenta para arriscar-se no meio literário.

          Após os quarenta anos de vida, surgiu os primeiros trabalhos e prêmios literários.

      Membro correspondente da academia de letras de Teófilo Otoni, foi patrono da primeira antologia estudantil do país, as “Antologias Liberdade dos Poetas I e II”, na qual toda editoração e custeio com registros das obras foram feitas por ele, não gerando nenhum custo para os alunos participantes das antologias.

     Fundador da Delegacia de Caxambu da União Brasileira de Trovadores, outorgando-lhe o Título de Delegado da UBT no município da gestão 2018 à 2020.

        Em 2013 Foi jurado do concurso de poesias da cidade de Aiuruoca MG; e entre 2014 e 2016 foi colunista literário do portal Divulga Escritor.


               

Obras Publicadas:

 

09/2013 - Romance “Instinto de Sobrevivência

02/2014 - Lançou o poema épico “O Lamento de José”.

02/2015 - Publicou o livro de poemas e crônicas “Metáforas da Vida”.

03/2016 - Publicou o livro de bolso, “Sonhos”.

01/2017 - Publicou seu segundo livro de bolso “Revelações”.

07/2017 - Publicou o livro “O Viajante” com 2.022 estrofes e 10.875 versos.

 

Organizador de Antologias:

 

10/2015- Organizou sua primeira “Antologia Liberdade dos Poetas”.

10/2016 - Organizou sua segunda antologia “II Antologia Liberdade dos Poetas”.

 

Participações em Antologias:

 

01/2014 - Participou da Antologia “Além do Olhar”.

11/2014 - Participou da Antologia “Nasce um Poeta”.

06/2016 - Participou da Antologia “Poesias Sem Fronteiras”.

07/2016 - Participou da Antologia Poetas Fazendo Arte “Nas Gerais”.

11/2016 - Participou da “Antologia Justiça e Igualdade Social”.

02/2017 - Participou da Coletânea “Exercício Poético com Imagem”.

12/2017 -Participou da Antologia de Poesia e Prosa “Escritor Marcelo de Oliveira Souza”.

 

Trabalhos Acadêmicos:

 

11/2015 - Participou “13ª Revista Literária Café-com-Letras” pela academia de letras Teófilo Otoni.

11/2016 - Participou da “14ª Revista Literária Café-com-Letras” pela academia de letras Teófilo Otoni.

09/2017 - Participou da Coletânea “IMORTAIS” publicado pela Academia de Letras do Brasil – ALB.

12/2017 – Participou “15ª Revista Literária Café-com-Letras” pela academia de letras Teófilo Otoni.

 

Trabalhos internacionais:

 

09/2017 - Participou da 27ª Antologia Logos da Fênix, E-book publicado em Lisboa – Portugal.

 

Jornais e Revistas:

 

12/2013 - Artigo publicado pela Revista Literária da Lusofonia - Divulga Escritor, Edição 04 - ano 2013.

04/2014 - Artigo publicado pela Revista Literária da Lusofonia – Divulga Escritor, Edição 06 - ano 2014.

01/2014 - Participou de uma nova reportagem para Revista Gota D’água.

09/2014 -Participou da entrevista para o portal Literatura entre Amigos, São Paulo, Capital.

10/2015 - Artigo publicado no Jornal Correio do Papagaio - edição 894.

12/2015 - Artigo publicado no jornal Correio do Papagaio – edição 903.

12/2015 - Artigo no Jornal Panorama - edição 1180.

05/2016 - Publicação no jornal Correio do Papagaio edição 923.

09/2016 - Artigo publicado pela Revista Literária da Lusofonia – Divulga Escritor, edição 22 – ano 2016.

12/2016 - Artigo no jornal Panorama - edição 1394.

09/2017 - Artigo publicado no jornal “Tribuna Liberal” de Sumaré edição 7.285.

 

Premiação literária:

 

06/2016 - Foi finalista do “XII Concurso Literário Poesias sem Fronteiras”.

09/2016 - Recebeu a “Menção Honrosa” pela Academia de Letras de Teófilo Otoni, AMOR VINCIT OMNIA, pelo décimo segundo lugar no I Prêmio Literário Gonzaga Carvalho.

10/2016 - Finalista do “III Concurso Internacional – Justiça e Igualdade Social”.

12/2016 - Finalista do “XXV concurso internacional de poesias Augusto dos Anjos”, promovido pela Academia de Letras de Leopoldina.

12/2016 - Recebeu da Prefeitura Municipal de Liberdade - Adm. 2013/2016 a placa de agradecimento Literário pelo projeto das “Antologias Liberdade dos Poetas I e II”.

09/2017 - Recebeu a “Menção Honrosa” pela Academia de Letras de Teófilo Otoni, AMOR VINCIT OMNIA, pelo quinto lugar no II Prêmio Literário Gonzaga de Carvalho.

08/2017 - Participou da “Coletânea IMORTAIS” – pela Academia Brasileira de Letras do Rio de Janeiro, lançado no auditório do Hotel Copacabana Palace.

11/2017 - Foi autor Destaque Literário pela Academia Internacional de Artes, Letras e Ciência - A Palavras do Século 21 - ALPAS 21 -  com a poesia “Um Dia eu Amei”.

12/2017 – Finalista no V Prêmio Literário “Escritor Marcelo de Oliveira Souza”

 

Menções:

 

03/1990 – Menção no Livro “Reflexos”, lançado pela poetisa Deuseli Campos Alves, em Liberdade Minas Gerais.

06/2014 – Menção de agradecimento no livro “Manuseio de Amar Você” da poetisa Luciana Biachini.

10/2015 – Menção de agradecimento no livro “A Alma de Antonia” da poetisa Antonia Albuquerque.

05/2017 - Menção de agradecimento no livro do escritor paulista Leonardo Rossi “O Canto dos Contos”.

04/2016 - Menção de agradecimento no livro “Versos sem Destino”, da poetisa Luciana Biachini de Uberaba.

01/2018 – Menção no Livro “Condomínio Em Imóveis Rurais e Suas Consequências Jurídico-Sociais: Uma Análise Crítica”, lançado pelo escritor Dehon Campos Alves, através da editora “EDITAR”.

 

Destaque:

Em 2017 entrou com processo de reconhecimento no RankBrasil do livro “O Viajante” como o maior poema Épico da atualidade, superando “Os Lusíadas” de Camões que detém este título por mais de meio século.

Site oficial: Escritor Leandro Campos Alves.com

Biografia Escritor Leandro Campos Alves

Organizador das Antologias.

        Já é realidade...         Em 2016 estaremos organizando e apadrinhando a “II Antologia Liberdade dos Poetas”.         Prepare seus trabalhos...         Libere o poeta que...
    Aguardem...                   Em dezembro com data ainda a ser confirmada, teremos o lançamento do fruto de um...

Meus Poemas.

Peço a Deus compreensão, para ver tudo diferente. Peço a Deus mais compaixão, para não julgar nossa gente.   Peço a Deus misericórdia, pelos erros da História, pela morte da memória, de Jesus em oratória.   Peço a Deus clemência, pela falta de prudência, ao esquecer a existência, de Sua...
    A maior riqueza de um homem é ser pobre. Nela encontramos...   Saudade, amizade, liberdade, sobriedade, humildade, unidade, reciprocidade, fidelidade.   Que mesmo diante da dificuldade, e da necessidade. Achamos nela a hombridade, para sorrir de felicidade.   Enquanto a...
Ser livre é viver a alegria, sorrir, pular e entrar na folia. Ter o coração aberto, e o corpo desnudo, ou até mesmo coberto.   Ser livre é viver, dançar e encantar. Criar, trabalhar e ser popular, amando quem no caminho encontrar, deixando a tristeza em outro lugar.   Ser belo é fazer o...
A morte que amedronta, vem marcando, ferindo e sangrando. Levando aos que ela encontra, ou, aos que a Deus encanta.   Dói a prematuridade, de uma flor em plena mocidade, ser lançada a história, e acolhido pela eternidade.   Sangra o peito de toda cidade, ao receber a notícia, desta imensa...
Hoje a matemática ficou órfã, perdeu sua operação de multiplicação. Multiplicar conhecimentos, a lealdade e o discernimento.   Multiplicar a verdade, a palavra amiga, o laço de amizade, a voz da autoridade.   Multiplicar o amor pelo ensino, a gana do saber. Nos preparando para o...
Lembro-me daquele tempo, que era uma criança. E minha mãe pelas mãos me conduzia, para ir visitar a minha outra tia, que também se chamava Maria.   Primeiro trajeto da viagem era feito, numa estradinha cheia de curvas, e nos assentos de uma perua, cada passageiro ajeitava-se ao seu...
Tem gente que se acha grande. Tem gente que se acha justo. Tem gente que se acha gente.   Mas nem toda grandeza traz segurança, nem toda justiça é perfeita, nem todo achar nos faz ser gente.   A vida é feita de atos. A gente é feito pelo amor, e o amor... É feito de respeito.   A...
O tempo abranda a dor, cura o corte, cicatriza as lembranças, acalenta a morte, nos enche de esperanças.   O tempo abranda o passado, cura a ferida, apaga o que era errado, harmoniza o presente da vida.   O tempo é o único remédio, que abranda a desilusão, e faz renascer uma nova...
  Se um dia eu amei... Se um dia te conquistei... Digo a ti amor eterno, que minhas declarações são simples palavras, e não mostram o tamanho de meu sentimento.   Como frases jogadas ao vento, elas percorrem espaços, territórios e sonhos. Voam nas asas das promessas, mesmo assim, não...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Revistas publicitárias e jornais.

  O livro "O Lamento de José é um sucesso de vendas, estoque esgotado nas lojas Americanas. Muito feliz, Deus abençoa nossos caminhos, pois o livro “O Lamento de José” nas lojas americanas acabou o estoque. Que Deus seja sempre louvado. Fonte e Link...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Crônicas de Leandro Campos Alves.

        Um dia, quando adolescente, eu estava sentado no banquinho de madeira dentro de uma mercearia, cujo o proprietário era pai de um grande amigo, quando percebi entrar uma criança meio ressabiada com olhar desconfiado e todo acanhado, olhando na direção do dono...
Foto web           A vida é mesmo cheia de sentimentos, obstáculos, raivas e falta de compreensão.     Sou Paulo e casei-me muito cedo, mas tinha certeza do que queria, pois maturidade nunca me faltou, mas minha impetuosidade sempre esteve comigo, em...
        A crônica que passo a contar, é uma daquelas que todos pensam que só acontece em histórias fictícias das mentes brilhantes de grandes escritores.         Mas a realidade muitas vezes se confunde com as histórias e romances, pois na...
        A rádio que recebeu o nome em homenagem a nossa cidade, “Liberdade”, tem sua origem e fundação uma história que poucas pessoas sabem de verdade, ou, quase ninguém, porque os fundadores da rádio são poucos que estão entre nós, infelizmente.  ...
        “Tudo deu início em meados do ano de mil novecentos e setenta e um, num pequeno vilarejo onde composta de poucas ruas ainda de terra batida, mas que os moradores se cumprimentavam respeitosamente como compadres. Neste período como se a magia do amor tomasse...
        Vamos falar um pouco da história de Liberdade MG.         Natural de Liberdade, até meus vinte e dois anos residi na cidade e neste período fui eletricista, trabalhei como servente de pedreiro, mas meu primeiro emprego com carteira...
1 | 2 | 3 | 4 >>

Contato

Escritor Leandro Campos Alves https://www.clubedeautores.com.br/authors/75816

https://www.facebook.com/escritorleandroalves/

http://busca.saraiva.com.br/q/leandro-campos-alves

https://plus.google.com/u/0/+EscritorLeandroCamposAlves