CONCURSO INTERNACIONAL DE TROVAS PORTUGAL 2018

CONCURSO INTERNACIONAL DE TROVAS
PORTUGAL 2018

 

 


O Concurso de Trovas será promovido pela
Poeta e Escritora

 

GABRIELA PAISS

 

 

 

Vice-Presidente Internacional da Organização Mundial de Trovadores
OMT -Portugal

 

Delegada da UBT / Lisboa

 

TROFÉU
 
 
 
 

FLORBELA ESPANCA

1894 - 1930

    Florbela de Alma da Conceição Espanca nasceu em Vila Viçosa, Portugal, em 8 de Dezembro de 1894, tendo falecido a 8 de Dezembro de 1930 (apenas com 35 anos), em Matosinhos. Seus versos admiráveis, perfeitos, entoam principalmente a desolação e a angústia das paisagens que a viram nascer, o desencanto, a solidão, bem como os fortes e emocionantes sentimentos e paixões, um sofrimento sempre aliado ao desejo de ser feliz.

    Foi das primeiras feministas de Portugal.

    Começou a escrever aos sete anos, tendo escrito “A Vida e a Morte”, seu primeiro poema, onde demonstra já inclinação para escritos amargos. 

    Completou o curso de Letras e inscreveu-se no curso de Direito na Universidade de Lisboa. Tendo mais uma vez apresentado sintomas de neurose.

    Teve uma vida agitada, e sofrida pela rejeição do pai, que só mais tarde a reconheceu. Sofreu dois abortos, tendo-se divorciado, sentindo o preconceito da altura. Volta a casar, mas a morte do irmão num acidente de avião, marcou a sua vida, tendo ela tentado o suicídio. A morte precoce do irmão leva-a a escrever “As Máscaras do Destino” marcada por teor confessional. Sua poesia é amarga, densa e triste.

    Deixou publicados: - Livro de Mágoas e Livro de Sóror Saudade. Postumamente, editaram-se os livros Charneca em Flor e Juvenília e reuniram-se os seus primeiros sonetos, no livro Sonetos Completos.

    Florbela suicidou-se no dia dos seus anos com barbitúricos, na véspera da publicação da sua obra- prima “Charneca em Flor”, que só foi publicada em Janeiro de 1931.

    Em 1949 foi publicado “Cartas de Florbela Espanca”

 

 

 

REGULAMENTO:

 

TROVA CLÁSSICA é uma composição poética de quatro versos de 7 silabas, rimando o 1º verso com o 3º e o 2º verso com o 4º rima abab. Expressando um pensamento completo. A rima deve ser consonante , contando até a última sílaba tónica.

 

A) Cada trovador poderá enviar, uma trova, ( 1 ) trova inédita e de sua autoria. Não poderão ter sido publicadas em nenhum lugar, até que se deem os resultados por parte dos Juízes.

 

B) Cada Trova, no possível, deverá ser enviada em formato Arial 12 pontos sem espaço.


C) As Trovas concursantes deverão ser Líricas ou Filosóficas. Não aceitar-se-ão trovas que possam resultar ofensivas ou vão contra a mensagem de favorecer a paz da OMT e as UBT.

 

 

D) O Tema da Trova será a palavra ANSIEDADE tema escolhido pelo Promotor do concurso.

 


E) A palavra  ANSIEDADE deverá estar dentro da trova e esta deve se manter dentro do tema proposto e desenvolvido.

 

 

F) Serão desqualificados os trabalhos que levem faltas de ortografia, ou sejam enviados com maiúsculas onde não corresponda, sem dados completos, ou não cumpram com o formato anteriormente explicado.

 

 

G) Não aceitar-se-ão arquivos anexos. Toda a informação deve ir somente no corpo do correio e no " assunto" mencionar

Concurso de trovas de PORTUGAL tema ANSIEDADE

 

 

H) Deverão colocar a categoria à que pertencem

A) VETERANOS

 

 

B) NOVO TROVADOR

(Não ter ganhado em outros concursos de Trovas )

 

Lançamento do concurso: julho 30 2018

Data prazo: .outubro 30 2018

 

As Trovas em língua portuguesa poderão ser remetidas por sistema via e-mail ao Fiel Depositária   Jussara C. Godinho

E-mail:  jussara.c.godinho@gmail.com 

 

 

 

Com os dados completos de cada concursante.

Nome e Sobrenome:
Cidade:
País:
E-mail:

 

 

Ou pelo sistema de envelopes correio postal se mora em Brasil:

 

 Maria Luiza Walendowsky

Rua Celemtina D. Sgrott, 110

Bairro São luiz

 88530-708

Brusque Santa Catarina

 

 MARIA LUIZA WALENDOWSKY

COORDENADORA FINAL

E-mail: inhawalen@hotmail.com

 

Obs:

 

 

O júri compô-lo-ão integrantes com grande experiência em literatura  portuguesa. Os membros do júri avaliarão de maneira cega e independente, isto é, sem conhecer os nomes dos autores nem dos outros membros e também se eximem de participar no concurso.

 

 

 

PRÊMIOS


Serão concedidos os seguintes prêmios:


Categoria " A Veteranos"

(Ter classificado em outros concursos de trovas )

5 Diplomas aos primeiros lugares.

5 diplomas a Menção Honrosa

5 diplomas Menção Especial

 

 

Categoria " B" Principiantes

(Não ter classificado em outros três concursos de trovas)

5 Diplomas aos primeiros lugares.

 

 

 

GABRIELA PAISS

 

Vice-Presidente da OMT/ Portugal

Delegado da UBT / Lisboa

 

Contato

Leandro Campos Alves Caxambu MG / Liberdade MG. leandrocalves@hotmail.com