Maria de Nazaré Pena Ferreira

        Maria de Nazaré Pena Ferreira nasceu às margens do Rio Maiauatá, município de Igarapé-Miri, PA, em 07/10/1958. É filha de Luzinar Venceslau Ferreira e Maria Pena Ferreira. Reside, hoje, na Cidade de Igarapé-Miri, sempre participando de movimentos ligados a cultura, tais como: Feiras e Conferências Culturais. Nome artístico “Nazaré Ferreira”, é poetisa cordelista, começou a rimar com sete anos de idade e publicou seu primeiro trabalho em 2010, é atuante nas redes sociais. Autora de três livros:“A Voz do Vento é a Nova Inspiração”, “O Menino Que Nos Salvou Sem Preconceito de Cor” e “A Lenda das Cobras Grandes em Cordel”. Participou de cinco antologias: “Escritos em Verso & Prosa”, “1ª Antologia de Cordelistas da Amazônia”, “Primeira Antologia da Academia Igarapemiriense de Letras, Diversidade” “Mundo das Poesias” e "As Mais Lindas Poesias de Amor" Já ultrapassou a marca de mil poemas de sua autoria. É Imortal Sócio Fundador da Academia Igarapemiriense de Letras, cadeira nº 09, Patrono Padre Henrique Riemslag, é Embaixadora Internacional e Imortal da Poesia pela Academia Virtual de Letras, Arte e Cultura Embaixada da Poesia, é Acadêmica da AMCL (Academia Mundial de Cultura e Literatura), Patrono: Rubens Jardim, Cadeira 95.

 

SOU ETERNA MENINA

 

Simplicidade no olhar...

Mas na  alma a grandeza

Reflete-se em meus olhos

A bela luz da beleza

Que mora em meu coração

Presente da natureza.

 

Sou mulher ou sou menina?

Quem responde é a magia

Luz que  brilha nos meus olhos

Belos sinais de alegria

Eu sou eterna  Menina

Uma verdadeira poesia.

 

Nazaré Ferreira

 

Nº de Registro: 713.914

Livro: 1.380

Folha: 362

 

Administradora do Blog da Poetisa Nazaré Ferreira

Fonte:  prantosencantosecantos.blogspot.com.br/

 

Contato

Leandro Campos Alves Caxambu MG / Liberdade MG. leandrocalves@hotmail.com