Marize Rodrigues Ukwakusima.

Marize Rodrigues Ukwakusima mora em São Paulo, poetisa natural de Maceió.

 

 

O VERDADEIRO AMOR
NÃO MORRE

 

Ela já amou tanto tanto 
Que se perdeu 
Quando seu amor a deixou

 

Atravessou imensos desertos 
De pura solidão 
Mergulhou em profundos abismos
De saudades 
Então teve que escolher
Ou matava o amor
Ou iria morrer

 

Assim ela o matou
Com suas próprias mãos 
E o sepultou
No canto mais escondido
De su'alma
Após trancou bem a porta 
Do coração

 

E o tempo passou
Pela sua triste vida 
Uma vida sem emoção

 

E um dia ao dobrar uma esquina
Ela o viu 
O seu amor!

 

Ah! Que momento terrível! 
Os alicerces do seu ser
Estremeceram 
Abriu-se uma fenda em su'alma 
E o amor emergiu
Em toda a sua força 
Ela quase sucumbiu

 

Desesperada correu
Dentro de si mesma se escondeu 
E ao perceber que jamais
Conseguiria matar esse amor 
Calmamente... enlouqueceu!

 

Marize Rodrigues Ukwakusima. 
Direitos autorais reservados. 
07/03/18 São Paulo Brasil.

 

 

DUAS VIDAS

 

O silêncio ecoa em tu'alma
Amordaçada pela ética
Da sociedade hipócrita
Tu'alma sufoca gritos
Para que não ouçam tua dor
Presa em grilhões
Inutilmente se debate
Tentando escapar
Sei que não escolhestes ser o quê és
Apenas és
E como é difícil esconder-se
Daqueles que te julgam
E condenam, sem piedade
E os que dizem que te amam
Mentem, descaradamente
Porque se te amassem realmente
Te aceitariam exatamente como és
E por não te aceitarem
Te obrigam a sair pelas noites
Frequentando lugares
Onde podes tirar tua máscara
E mostrar-te a quem quer ver-te
Como realmente és
Assim vives duas vidas
E a que pensam que é a real
É a que só te faz mal....

Marize Rodrigues Ukwakusima
Direitos autorais reservados.
27/02/18 São Paulo Brasil.

 

MELANCOLIA

Águas paradas de um lago
Refletindo a luz da lua
Sou eu, quieta a pensar
E a branca réstia de luz
É um afago da lua em mim

 

Um terno afago em minha superfície 
Mas no meu interior há sombras
Abismos profundos de dores
Imensurável saudade de ti
Amor perdido

 

Mas também há 
As lembranças do que fomos 
São lindas flores
A escuridão a perfumar
Nelas encontro o conforto
Para prosseguir
Vago entre elas
Um leve sorriso nos lábios 
Brumas de lágrimas no olhar

 

Depois de tanto tempo
Sem tua presença 
Esse amor ainda está vivo em mim
E eu sei que vou te amar
Além, muito além do momento
Em que minh'alma daqui partir

 

Marize Rodrigues Ukwakusima.
Direitos autorais reservados.
24/02/18 São Paulo Brasil.

 

VOLTE MINHA POESIA

 

Eis que se passa mais um dia
Sem tua presença amada 
Porque me deixaste oh poesia? 
Sem ti não resta mais nada

 

Será que sem querer te magoei? 
Ou apenas cansaste de mim? 
Sabes que a ti me afeiçoei 
Então não me deixes triste assim

 

Querida, já procurei-te tanto
No céu, na terra e mar 
Onde estás, oh meu encanto? 
Volte, não quero mais chorar

 

Prometo te cuidar com mais carinho
Te dar a atenção que desejar
Venha, pode ser de vagarinho 
E jure que nunca mais vai me deixar

 

Marize Rodrigues Ukwakusima. 
Direitos autorais reservados. 
14/02/18 São Paulo Brasil.

 

Fonte: Face

Link:www.facebook.com/marize.rodrigues2?lst=100000863605428%3A100002558840632%3A1521390360

 

Todos os direitos são reservados a autora, conforme lei (9.610/98).

 

 

Contato

Escritor Leandro Campos Alves https://www.clubedeautores.com.br/authors/75816

https://www.facebook.com/escritorleandroalves/

http://busca.saraiva.com.br/q/leandro-campos-alves

https://plus.google.com/u/0/+EscritorLeandroCamposAlves