Natureza.

 

Deu frutos meu pé de cereja,

com a chuva que molhou o chão.

Primavera chegou

e a tristeza sorriu dentro de um coração.

 

O inverno partiu bem mais quente,

e o verão fora tão frio.

O mundo está tão diferente

do que outrora se viu.

 

Retratos de um povo insolente,

que fere a quem não se defende,

e maltrata os deuses reais.

Se a natureza falasse! ...

Pediria que o povo parasse,

E se aproximasse da Paz!!!

 

        Dalila Ketilley Diniz é estudante da Escola Estadual Frei José Wulff, e cursa o nono ano do ensino fundamental. Com naturalidade em Aiuruoca sul da Minas Gerais, no dia 10 de maio de 2001.  Sempre morou em Liberdade, cidade localizada também no sul de Minas Gerais. Filha de Marly de Paula e Milton Elias Diniz.


 

Todos direitos estão reservados a "Antologia Liberdade dos Poetas" e a autora  conforme artigo (Lei 9610/98).
 

Contato

Leandro Campos Alves Caxambu MG / Liberdade MG. leandrocalves@hotmail.com