O gato furacão

 

Eu tenho um gato brincalhão,

que só come da minha mão.

Trato bem dele para ficar grande e fortão,

e também bonitão.

 

Todo dia vem bem de mansinho,

arrastando pelo chão.

Escorrega de “vagarinho”,

e vai parar no meu colchão.

 

Esse é o meu gato,

que mora no meu coração.

Todos os dias faz arte,

seu nome é Furacão.

 

Gian Romano Alves de Oliveira, nascido em Andrelândia – MG, aos 19/05/2005, estudante do 4° ano da Escola Municipal Professor José Estevão, em Liberdade – MG quer ser veterinário.

 

 

Todos direitos estão reservados a "Antologia Liberdade dos Poetas" e ao autor  conforme artigo (Lei 9610/98).
 

Contato

Leandro Campos Alves Caxambu MG / Liberdade MG. leandrocalves@hotmail.com