O Ladrão do Tempo

Na era da escuridão ele já existia, e quando se fez a luz, ele ausentou-se, pois foi de ferias para África. Ao retornar ao país de origem ele estava entrado em anos, e os amigos de infância tinham morrido. E ele chorou.

Nesse momento que ele percebeu que o tempo não ligava para a sua morte. Depois disso, passou a ignora-lo também.  Porque quem se importa muito não vive, mas morre.

E Ele começou a rir mais, chorar mais, dançar mais, falar mais, e amar mais. E liberto, ele viveu com a infinitude de alguém que roubava o tempo. 

https://www.facebook.com/GuerreiraXue/

Contato

Escritor Leandro Campos Alves https://www.clubedeautores.com.br/authors/75816

https://www.facebook.com/escritorleandroalves/

http://busca.saraiva.com.br/q/leandro-campos-alves

https://plus.google.com/u/0/+EscritorLeandroCamposAlves