Ormuz Simonetti

        Estava procurando informações sobre a biografia de uma personalidade que muito me chamou a atenção, Ormuz Simonetti, por incrível que pareça deparei-me com muitas informações em sites, blogs, jornais etc...

        Mas me surpreendeu ao ver que uma personalidade tão ilustre, conforme o blog “Vale Verde - de Lúcia Helena Pereira” nos descreve como:

     “ORMUZ BARBALHO SIMONETTI - UM SAUDOSISTA INCURÁVEL - QUE ME FEZ PASSAR ALGUMAS HORAS NO COMPUTADOR, CATANDO O MILHO DE SUAS LEMBRANÇAS DOURADAS, BANHADAS NOS RIOS DA SUA INFÂNCIA BUCÓLICA, DOS VERANEIOS EM TIBAU DO SUL, ONDE UMA PRAIA QUASE ESQUECIDA, NOS IDOS DO PASSADO, TORNOU-SE, NOS TEMPOS ATUAIS, UMA ESPÉCIE DE RIVIERA FRANCESA DO RIO GRANDE DO NORTE...”

        Um Saudosista que leva a cultura de sua de sua região por vários lugares, um apaixonado por ela com uma humildade incomparável, pois em todos os seus textos ele engradece a obra e pouco se refere a si mesmo, como autor.

        Sua biografia rara pela sua extensividade, que com muita pesquisa encontrei sua referência biográfica no site “FlipAut” que nos traz um pouquinho deste criador de sonhos:

 

        “Ormuz Barbalho Simonetti nasceu em São José de Mipibu/RN no dia 6 de dezembro de 1950, filho de Arnaldo Barbalho Simonetti e Cirene Barbalho Simonetti. Cursou Cooperativismo na Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN. Em 1972 assumiu o Banco do Brasil em São Paulo Capital. Em seguida transferiu-se para o Rio de Janeiro e posteriormente para Natal. Em 1981 foi novamente transferido para a cidade de Ceará-Mirim/RN, onde veio a se aposentar em 2001. Em 2004 iniciou pesquisas genealógicas que resultou no livro “GENEALOGIA DOS TRONCOS FAMILIARES DE GOIANINHA-RN”, lançado em agosto de 2008. A partir de abril de 2009 vem escrevendo várias crônicas sobre a praia da Pipa, inicialmente publicadas pelo jornal TRIBUNA DO NORTE e desde agosto estão sendo publicadas pelo periódico O JORNAL DE HOJE.” 

 

        Ormuz Simonetti, um cronista que leva seus sonhos e o amor a sua região, através de suas crônicas.

        Com carinho ele reuniu suas crônicas em seu livro, “A Praia da Pipa”, conheça um pouco de seu projeto através do artigo abaixo do blog “FlipAut”.

 

        “A praia da Pipa já foi uma pacata vila de pescadores, de acesso difícil e noites estreladas. Uma época hoje distante, que o jornalista e escritor Ormuz Barbalho Simonetti revive em "A praia da Pipa do tempo dos meus avós". O livro é uma reunião de crônicas em que autor resgata memórias pessoais e ao mesmo tempo conta a história de Pipa e a cultura de seus habitantes originais. Uma viagem no tempo com vista para o mar.

     Ormuz reúne crônicas escritas entre 2009 e 2012, publicadas em jornais locais e no seu blog. "Comecei a escrever sobre Pipa pelo fato de os guias turísticos trabalharem muito mal a história da praia. Resolvi desmistificar isso usando pesquisas históricas e a relação antiga de minha família com o local. Somos uns dos veranistas mais antigos de lá. Costumo dizer que eu já frequentava Pipa na barriga da minha mãe", diz.


     O autor vai longe, desde os franceses que navegavam o litoral em 1587 para traficar Pau Brasil, até os holandeses e os primeiros colonos portugueses. Ormuz Simonetti fala sobre a "saga" dos primeiros veranistas, que iam para a praia em carros de boi e fazendo picadas pela mata. "O veraneio em Pipa começou em 1926, após uma cheia que devastou Tibau do Sul em 1924. Minha mãe tinha três anos de idade quando foi a Pipa pela primeira vez", conta. A partir daí Ormuz aborda as rendeiras de bilro, a culinária praieira, a carpintaria naval do Mestre Francisquinho, a devoção a São Sebastião, a extinção dos tiradores de coco, a fauna e a flora da região, o Cruzeiro do Pescador, entre outras histórias.


    O livro também traz uma seção de fotos em que mostra Pipa de 50 anos atrás, ao lado dos mesmos cenários de hoje. As ilustrações são de Levi Bulhões. Os textos refletem os contrastes trazidos pelo progresso da Pipa, como a praia tomada por barracas, canos de esgoto, vendedores ambulantes, comércio desenfreado, e o problema das drogas...”

                

Conheça mais sobre o Cronista Ormuz Simonetti através de seu blog ormuzsimonetti.blogspot.com.br/.

                

    Tenham uma ótima leitura.

Fontes:

G1 Rio Grande do Norte

Vale Verde

FlipAut

Contato

Leandro Campos Alves Caxambu MG / Liberdade MG. leandrocalves@hotmail.com