Os sinos de minha terra.

 

Quando nasci, assim disse minha mãe:

Escute, menino. Escute o doce badalar dos sinos de setembro.

Escute-os para nunca esquecê-los

para que te lembres de casa quando for outubro,

quando for novembro.

Eu escutei-os,

e de casa me lembro

enquanto ainda carrego minha vela.

Nessa vida de muitos janeiros,

e somente um setembro.

A vida é como uma procissão,

com aqueles apelos e canções de esperança.

Emanamos nossas luzes para quebrar a escuridão,

com fé de um dia retornarmos ao berço na liberdade de criança.

Quando parti, assim disse minha mãe:

Te lembres, menino.

Te lembres da infância e dos sinos de setembro.

Te lembres para que saibas o caminho,

te lembres e saudoso retornes para casa,

quando venceres a procissão de tua vida.

 

        Rone Wulff Araújo Carvalho Filho, mascido em Taubaté aos 05/11/1998, estudante do 3° ano da Escola Estadual Frei José Wulff, em Liberdade – MG, apaixonado por literatura, cinema, teatro, música e diversas artes, escreve e produz os mais diversos gêneros, desde poesias a romances e roteiros teatrais e televisivos.

 

.

 

Todos direitos estão reservados a "Antologia Liberdade dos Poetas" e a autora  conforme artigo (Lei 9610/98).
 

Contato

Escritor Leandro Campos Alves https://www.clubedeautores.com.br/authors/75816

https://www.facebook.com/escritorleandroalves/

http://busca.saraiva.com.br/q/leandro-campos-alves

https://plus.google.com/u/0/+EscritorLeandroCamposAlves