Poemas de Amor e Dor

        Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

         Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado

Rogério Martins Simões

 

 

 

CONTRASTE

 

Era imponente

E erguia-se majestoso

Naquela verde colina.

 

Era miserável

E perdia-se na sombra

Do colossal palacete...

 

Havia fortuna,

Luxos, aparatos,

Grandes riquezas.

 

Havia fome,

Desgraça,

Amarguras sem fim.

 

A chuva caiu.

Os canos a escoram

E no palácio

Os senhores continuaram a dormir...

 

Mas a chuva não pára,

E continuou a cair.

 

A lama escorregou!

A chuva passou

E foi a desgraça

Somente por lá ficou

O local da barraca

E o grande palácio...

25/09/1968

 

CONTRASTE

Autoria: Rogério Martins Simões

 

 

 

 

Menina, seja onde for…

 

Terna e doce recordação

de tão linda menina:

luzia no meu coração

numa caixa pequenina…

 

Sonhava sempre contigo!

Nunca havia traição!

Apenas o injusto castigo:

Terna e doce ilusão…

 

“Terna e doce recordação

Nunca deixaste de me pertencer

É meu, o teu coração

Por favor ajuda-me a viver”

 

Menina, seja onde for,

Onde e quando Deus quiser.

Rio de seiva na tua flor…

Ontem menina, hoje mulher…

 

1988

 

Menina, seja onde for…

Autoria: Rogério Martins Simões

 

 

Banho

 

Esta é a noite

Do casamento

Entre a violência e a inocência

Entre a granada e o camarada

Porque o sangue que corre

É uno

Com o ferro

Dos estilhaços da metralha.

 

7/10/1974

 

 (memórias do poeta - Vietnam)

 

Banho

Autoria: Rogério Martins Simões

 

 

 

CANTEM OS MEUS POEMAS

 

Transporto comigo quimeras e ilusões
Certezas terrenas de um ente magoado
Poemas de Amor e Dor que arrecado
No baú fechado às minhas paixões

Poeta sem rima ou noutras versões…
Já fui feliz e muitas vezes ultrajado
Melhor sorte nem sequer ter amado
Levo comigo as terrenas desilusões.

Sou um ser etéreo de nobres sentimentos
Em silêncio chorei e escondi os tormentos

Fiquei! Chorei meus versos às escondidas:
Desamores e dores presos com algemas…
Melhor sorte ter partido para outras vidas
Abri o coração; cantem os meus poemas!

(La Rochelle)
05-07-2004

 

CANTEM OS MEUS POEMAS

Autoria: Rogério Martins Simões.

 

                            Para conhecer as obras do poeta Rogério Martins Simões, acessem aqui e ficaram encantados com a beleza do blog “ Poemas de Amor e Dor”.

Destaques

Alma Nua por Madalena Gomes.     Momentos... Sonhos de amor     Essa nobreza de sentimento que te invade, que se apodera aos poucos da tua alma, te faz cada dia mais importante para mim. És tão lindo, diferente, único! Não consigo não te...
Só em você   Pensamentos... pela madrugada no amanhecer pela tarde no anoitecer ...dia e noite noite e dia pensando em você... feitiço?... pode até ser... mas uma coisa é certa nunca estou só... consciência?... muita em saber que não posso te ter...(ainda) mas uma coisa é certa são eles...
Apresentação do Autor A começar pelo meu nome, José Ernesto Ferraresso, natural de Serra Negra-SP, professor de Língua portuguesa e Literatura. Admirador de música, bons filmes, peças teatrais e artes em geral. Ler e viajar são meus hobbies . Tive o meu primeiro contacto com a Net, através de...
1 | 2 >>

Contato

Leandro Campos Alves Caxambu MG / Liberdade MG. leandrocalves@hotmail.com