Revista Literária Café com Letras 2017

Café - com - Letras Revista Literária da Academia de Letras de Teófilo Otoni

Nº 15 – DEZEMBRO/2017 Publicação anual

 

 

Justiça Eterna.

 

O túmulo que me acolhe,

não é diferente daquele do rico,

nem inoportuno ao meu destino.

 

Ele é terra, peso, escuridão.

O abraço de um guardião,

a saudade que poucos terão.

 

Representa a passagem,

a vida eternizada.

Uma pequena viagem,

a última a ser por nós realizada.

 

Deixaremos riquezas,

levaremos nossas proezas.

Deixaremos lembranças,

e levaremos a Deus nossa sentença.

 

Leandro Campos Alves

Caxambu – MG

Membro Correspondente.

15ª revista literária Café com Leite

 

ISSN 2317-7985 ACADEMIA DE LETRAS DE TEÓFILO OTONI

 

Fundada em 20 de dezembro de 2002 Rua Manoel Dantas, 230, Grão Pará 39800-175  Teófilo Otoni – Minas Gerais www.letrasto.com – Telefone: (33) 98401-2518 letrasto@hotmail.com / letrasto@yahoo.com.br

DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Elisa Augusta de Andrade Farina Vice-Presidente: Antônio Jorge de Lima Gomes Secretário-Geral: Wilson Colares da Costa Tesoureiro-Geral: Leuson Francisco da Cruz Presidente Emérita: Amenaide Bandeira Rodrigues

CAFÉ-COM-LETRAS: REVISTA LITERÁRIA DA ACADEMIA DE LETRAS DE TEÓFILO OTONI Publicação anual

Produção editorial: Prof. Wilson Colares da Costa Digitação complementar: Jair Jr. Montagem e impressão: Gráfica Carvalho Capa: Alegoria do afresco A criação de Adão, em que Deus cria o primeiro homem. A obra encontra-se no teto da capela Sistina, Vaticano. Reprodução em grafite, produzida por Elton Antônio Gonçalves de Oliveira.

Os conceitos emitidos nos textos desta edição são de inteira responsabilidade dos autores e não representam, necessariamente, a opinião da Academia de Letras de Teófilo Otoni.

Ficha Catalográfica Revista Literária Café-com-Letras – Ano 15 n.15 Teófilo Otoni: Academia de Letras de Teófilo Otoni, 2017. Fundada em 2002 1.Literatura – Periódico. 2. Obras Literárias 1. Academia de Letras de Teófilo Otoni

 

Maria José Haueisen Freire

Na educação e na política Educadora teófilo-otonense, Maria José Haueisen Freire, é licenciada em Ciências Sociais, pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Teófilo Otoni, da Fundação Educacional Nordeste Mineiro. Foi professora de História da Escola Estadual Alfredo Sá. Ingressou na vida política por meio dos movimentos populares, sobretudo nas chamadas “Comunidades Eclesiais de Base”. Exerceu sucessivamente o mandato de deputada estadual de Minas Gerais de 1989 até 2004, quando renuncia em razão da eleição para prefeita do Município de Teófilo Otoni (20052008), sendo reeleita para o executivo municipal para o quadriênio 2009 a 2012. Na Assembleia Legislativa foi líder da bancada de partido, líder da minoria, integrante das Comissões de Educação, Direitos e Garantias Fundamentais e Constituição e Justiça. Foi presidente das Comissões de Defesa do Consumidor e de Direitos e Garantias Fundamentais, além de ser a primeira mulher eleita para compor a Mesa Diretora, onde foi a segunda secretária. Foi também a primeira mulher a presidir a Sessão de Instalação de uma Legislatura (2003). Integra o quadro de membros beneméritos da Academia de Letras de Teófilo Otoni, é sócia honorária do Instituto Histórico e Geográfico do Mucuri.

 

Maria Laura Pereira da Silva Couy

A literatura em destaque! Professora, poetisa, cronista e contista teófilo-otonense, Maria Laura Pereira da Silva Couy, reside em Belo Horizonte/MG, desde 2001. Exerceu o magistério até a aposentadoria. É membro efetiva da Academia Municipalista de Letras e da Academia Feminista de Letras com sede na capital mineira, da qual foi presidente no biênio 2008-2009. Possui trabalhos publicados em antologias e revistas literárias editadas pela Academia Feminina de Letras, como “A Hora da Graça”,“Literatura em Destaque”, Literatura em Movimento” e ‘Palavra”. Em 1999 participou do livro bilíngue: português-francês: “Perolas Reverberantes”. Em Teófilo Otoni colaborou com artigos para os jornais: Folha da Cidade, Tribuna do Mucuri e Carta; em Belo Horizonte, para o jornal da Afato e, no jornal de Estado de Minas, na coluna Resenha Literária. É membro da Academia de Letras de Teófilo Otoni, titular da cadeira 27. Integra, também, o quadro especial de convidadas de honra desta academia. Obras publicadas: A sereia de Sal e sol: contos, crônicas e prosa poética; Vivência: poesia; A Bruxinha Anabel e Circo Alegria: livro duplo infantojuventil; O Beija Flor no Espelho: contos, crônicas e prosa poética; Ampulheta: poesia; Santa do Pau Oco: poemas sertanejos.

Sumário

 

Apresentação ................................................................................................................................. 08

 Pai nosso - Hilda Ottoni Porto Ramos............................................................................................... 09 

Direito! Que direitos? - Elisa Augusta de Andrade Farina..................................................................... 11 

Direito tem, quem direito anda - Humberto Luiz Salustiano Costa.........................................................13 

Em defesa dos direitos humanos -  José Carlos Pimenta..................................................................... 14

 Direitos Humanos, reflexos e implicações na sociedade Ivonette Santiago de Almeida .........................16

 Cerceio - Amalri do Nascimento........................................................................................................18 

Tolerância, questão de maturidade - Angelo Pereira Campos.............................................................. 19 

Direitos humanos ou humanos direitos - Helena Selma Colen............................................................. 20 

Educere, ensino e aprendizagem escolar de qualidade: direito socioeducacional - Marcos Pereira dos Santos ..................................................................................................................................................... 21 

Direitos, ou deveres humanos? - Salvador Araújo............................................................................. 24 

O último - Altamir Freitas Braga...................................................................................................... 25 

O homem, a consciência - Neri França Fornari Bocchese................................................................... 26 

Tradição e fé - Paulo Cesar de Almeida........................................................................................... 27 

Conceito do preconceito - Rogerio Araujo....................................................................................... 28 

Dos direitos humanos e a sociedade - Miguel José da Silva...............................................................30 

Criança não trabalha, criança dá trabalho - Flaviana Tavares Vieira Teixeira......................................31 

Ainda temos escravos, sim, senhor! - Maria Francisca dos Santos Lacerda....................................... 32

 Cidadão preso: dignidade e responsabilidade social - Felipe Ribeiro Lemos..................................... 34 

Direito à vida - Márcio Barbosa dos Reis....................................................................................... 35 

Empoderamento da cidadania: direito humano maior - Gecernir Colen........................................... 36

 Nem deveria haver discussão - Arnaldo Pinto Junior.................................................................... 38 

Desejo de viver - Vânia Rodrigues Calmon................................................................................... 40

 Preservar vidas... - Marly Rondan.............................................................................................. 41 

O mundo adverso do homem controverso- José Geraldo Silva...................................................... 42 

Direitos humanos para todos os humanos - Rodrigo Antonio Chaves da Silva................................ 43 

Menino de rua - Geraldo de Castro Pereira................................................................................. 44 

Direitos mais que humanos - Helenice Maria Reis Rocha............................................................. 46 

Padre Virgolino e Pastor Hollerbach, amigos de fé: Mãos fraternas que construíram a liberdade 

religiosa de T. Otoni - Sandra H. Barroso................................................................................... 47 

Educação, um direito, nunca um favor - Cláudio Almeida........................................................... 48 

O acesso à saúde como um direito humano - Priscilla dos Santos Gomes.................................... 49 

Direitos Humanos - Francisco Martins Silva............................................................................... 52 

A vida tem dessas coisas... - Lucivalter Almeida dos Santos....................................................... 53 

Pluralidade cultural - Margareth Rafael..................................................................................... 55

 Sem Direitos Nem Humanos - Yara Oliveira............................................................................. 56

Direitos Humanos - Egmon Schaper........................................................................................ 57 

Cerúcaçaua (Aos índios brasileiros) - Elizabeth Caldeira Brito.................................................... 58 

Direitos Humanos -  Marcelo Oliveira Souza............................................................................. 59 

Holocausto - Sáskia Alves Lima.............................................................................................. 60 

Menino Guarani-Kaiowá - Marise Andreatta............................................................................. 61 

O preconceito - Rosimeire Leal da Motta Piredda..................................................................... 62 

Direitos Humanos: reflexos e implicações - José Moutinho dos Santos...................................... 63 

Garantias Fundamentais - Isaias Lemos Alves......................................................................... 64 

Humano demasiadamente humano - Paulo César Prazeres Moura............................................ 65

 O retrocesso - João Batista Vieira de Souza........................................................................... 66 

Direito à melhor idade: educação e cultura - Maria Luciene..................................................... 68 

Dor no anonimato - Fátima Sampaio..................................................................................... 69 

Hipocrisia - Cláudio Hermínio................................................................................................ 70 

Justiça eterna - Leandro Campos Alves.......................................................................... 71 

Redondilha maior ao pessoal dos direitos humanos - Paulo Caruso......................................... 72 

Crianças e adolescentes: um futuro comprometido - Emanuela R. de Lima Melo...................... 73 

Os aromas dos tempos - Marlene Campos Vieira................................................................... 74 

Trabalho versus direitos humanos -  Isabel C S Vargas......................................................... 75 

Corrupção: a mais severa violação dos direitos humanos nos tempos atuais Célia Cunha Mello................................................................................................................................76 

Direitos Fundamentais e Direitos Humanos - Adevaldo Rodrigues de Souza.......................... 78 

Onde dormem as pessoas “marrons”? - Eugênio Maria Gomes............................................ 79 

Mortalidade infantil adiada - Sérgio Rodrigues Piranguense.................................................80 

Direitos humanos, utopia? - Daniel Antunes Júnior............................................................. 81 

O fel do mel - Cosme Custódio da Silva............................................................................. 83 

Direitos Humanos - Ilda Maria Costa Brasil........................................................................ 84 

Colheita noturna - Coracy Teixeira Bessa...........................................................................85 

A poesia como ferramenta de afirmação na periferia de Salvador Valdeck A. de Jesus..............................................................................................................................86 

Direito dos idosos - Antonia Aleixo Fernandes....................................................................87 

Direitos Humanos: utopia social brasileira - Wenderson Cardoso.........................................88 

Eu cidadão, prisioneiro - Celso Gonzaga Porto...................................................................89 

As novas fronteiras dos Direitos Humanos no mundo da globalização Antônio Jorge de Lima Gomes............................................................................................................................90

 Direitos Humanos - Lenival Nunes de Andrade................................................................. 93 

Direitos Humanos - reflexos e implicações na sociedade Valter Bitencourt Júnior.............................................................................................................................94 

Quais são os nossos Direitos Humanos atuais? - Odenir Ferro............................................ 95 

Desafios para o Brasil no século XXI - Wilson Ribeiro.........................................................96

O hábito faz o monge: uma reflexão sobre as crenças e os Direitos Humanos Geraldo José Sant'Anna...97

Direitos humanos, deveres urbanos... - Jair Jr.................................................................. 98 

Humanidades; Esquecimentos; Essências... - Marcos Coelho............................................ 100 

Crise humanitária - Leuson Francisco da Cruz.................................................................. 101 

Os Direitos Humanos e os reflexos na sociedade - Eloisa Antunes Maciel........................... 102 

Esperança - Therezinha Melo Urbano de Carvalho............................................................ 103 

Dispersão - Ailton Ferraz.................................................................................................105 

Eu quem sou? - Àguida Pereira Martins Silva de Almeida...................................................106 

Indiferença – Dilercy Adler............................................................................................. 108 

Direitos Humanos - Gilberto Ottoni Porto......................................................................... 109 

Direitos Humanos  e o Rotary Internacional - Iracema das Graças Ferreira......................... 111 

Desencanto - Seme Handeri............................................................................................ 112 

Para a Academia de Letras - Guiomar Sant’Anna Murta..................................................... 113 

Prêmio Literário Gonzaga de Carvalho: classificação - crônicas e poesias............................ 114 

Academia de Letras: histórico, patronos e quadro social.....................................................122

 

Apresentação ......................................................................................................................... 08 Pai nosso - Hilda Ottoni Porto Ramos.............................................................................. 09 Direito! Que direitos? - Elisa Augusta de Andrade Farina............................................ 11 Direito tem, quem direito anda - Humberto Luiz Salustiano Costa........................... 13 Em defesa dos direitos humanos -  José Carlos Pimenta............................................... 14 Direitos Humanos, reflexos e implicações na sociedade Ivonette Santiago de Almeida............................................................................................. 16 Cerceio - Amalri do Nascimento....................................................................................... 18 Tolerância, questão de maturidade - Angelo Pereira Campos.................................... 19 Direitos humanos ou humanos direitos - Helena Selma Colen.................................. 20 Educere, ensino e aprendizagem escolar de qualidade: direito socioeducacional - Marcos Pereira dos Santos .................................................. 21 Direitos, ou deveres humanos? - Salvador Araújo.......................................................... 24 O último - Altamir Freitas Braga....................................................................................... 25 O homem, a consciência - Neri França Fornari Bocchese............................................ 26 Tradição e fé - Paulo Cesar de Almeida............................................................................ 27 Conceito do preconceito - Rogerio Araujo...................................................................... 28 Dos direitos humanos e a sociedade - Miguel José da Silva......................................... 30 Criança não trabalha, criança dá trabalho - Flaviana Tavares Vieira Teixeira.......... 31 Ainda temos escravos, sim, senhor! - Maria Francisca dos Santos Lacerda............. 32 Cidadão preso: dignidade e responsabilidade social - Felipe Ribeiro Lemos........... 34 Direito à vida - Márcio Barbosa dos Reis......................................................................... 35 Empoderamento da cidadania: direito humano maior - Gecernir Colen................. 36 Nem deveria haver discussão - Arnaldo Pinto Junior.................................................... 38 Desejo de viver - Vânia Rodrigues Calmon..................................................................... 40 Preservar vidas... - Marly Rondan...................................................................................... 41 O mundo adverso do homem controverso- José Geraldo Silva.................................. 42 Direitos humanos para todos os humanos - Rodrigo Antonio Chaves da Silva...... 43 Menino de rua - Geraldo de Castro Pereira..................................................................... 44 Direitos mais que humanos - Helenice Maria Reis Rocha............................................ 46 Padre Virgolino e Pastor Hollerbach, amigos de fé: Mãos fraternas que construíram a liberdade religiosa de T. Otoni - Sandra H. Barroso............................. 47 Educação, um direito, nunca um favor - Cláudio Almeida........................................... 48 O acesso à saúde como um direito humano - Priscilla dos Santos Gomes................ 49 Direitos Humanos - Francisco Martins Silva................................................................... 52 A vida tem dessas coisas... - Lucivalter Almeida dos Santos......................................... 53 Pluralidade cultural - Margareth Rafael............................................................................ 55 Sem Direitos Nem Humanos - Yara Oliveira................................................................... 56
Direitos Humanos - Egmon Schaper................................................................................. 57 Cerúcaçaua (Aos índios brasileiros) - Elizabeth Caldeira Brito................................... 58 Direitos Humanos -  Marcelo Oliveira Souza.................................................................. 59 Holocausto - Sáskia Alves Lima.......................................................................................... 60 Menino Guarani-Kaiowá - Marise Andreatta.................................................................. 61 O preconceito - Rosimeire Leal da Motta Piredda.......................................................... 62 Direitos Humanos: reflexos e implicações - José Moutinho dos Santos..................... 63 Garantias Fundamentais - Isaias Lemos Alves................................................................. 64 Humano demasiadamente humano - Paulo César Prazeres Moura........................... 65 O retrocesso - João Batista Vieira de Souza...................................................................... 66 Direito à melhor idade: educação e cultura - Maria Luciene........................................ 68 Dor no anonimato - Fátima Sampaio................................................................................ 69 Hipocrisia - Cláudio Hermínio........................................................................................... 70 Justiça eterna - Leandro Campos Alves............................................................................. 71 Redondilha maior ao pessoal dos direitos humanos - Paulo Caruso.......................... 72 Crianças e adolescentes: um futuro comprometido - Emanuela R. de Lima Melo.. 73 Os aromas dos tempos - Marlene Campos Vieira........................................................... 74 Trabalho versus direitos humanos -  Isabel C S Vargas.................................................. 75 Corrupção: a mais severa violação dos direitos humanos nos tempos atuais Célia Cunha Mello................................................................................................................. 76 Direitos Fundamentais e Direitos Humanos - Adevaldo Rodrigues de Souza......... 78 Onde dormem as pessoas “marrons”? - Eugênio Maria Gomes.................................. 79 Mortalidade infantil adiada - Sérgio Rodrigues Piranguense....................................... 80 Direitos humanos, utopia? - Daniel Antunes Júnior....................................................... 81 O fel do mel - Cosme Custódio da Silva............................................................................ 83 Direitos Humanos - Ilda Maria Costa Brasil.................................................................... 84 Colheita noturna - Coracy Teixeira Bessa........................................................................ 85 A poesia como ferramenta de afirmação na periferia de Salvador Valdeck A. de Jesus................................................................................................................ 86 Direito dos idosos - Antonia Aleixo Fernandes.............................................................. 87 Direitos Humanos: utopia social brasileira - Wenderson Cardoso............................. 88 Eu cidadão, prisioneiro - Celso Gonzaga Porto............................................................... 89 As novas fronteiras dos Direitos Humanos no mundo da globalização Antônio Jorge de Lima Gomes............................................................................................ 90 Direitos Humanos - Lenival Nunes de Andrade............................................................. 93 Direitos Humanos - reflexos e implicações na sociedade Valter Bitencourt Júnior........................................................................................................ 94 Quais são os nossos Direitos Humanos atuais? - Odenir Ferro................................... 95 Desafios para o Brasil no século XXI - Wilson Ribeiro.................................................. 96
O hábito faz o monge: uma reflexão sobre as crenças e os Direitos Humanos Geraldo José Sant´Anna....................................................................................................... 97 Direitos humanos, deveres urbanos... - Jair Jr.................................................................. 98 Humanidades; Esquecimentos; Essências... - Marcos Coelho...................................... 100 Crise humanitária - Leuson Francisco da Cruz............................................................... 101 Os Direitos Humanos e os reflexos na sociedade - Eloisa Antunes Maciel................ 102 Esperança - Therezinha Melo Urbano de Carvalho....................................................... 103 Dispersão - Ailton Ferraz..................................................................................................... 105 Eu quem sou? - Àguida Pereira Martins Silva de Almeida............................................ 106 Indiferença – Dilercy Adler.................................................................................................. 108 Direitos Humanos - Gilberto Ottoni Porto....................................................................... 109 Direitos Humanos  e o Rotary Internacional - Iracema das Graças Ferreira............. 111 Desencanto - Seme Handeri................................................................................................ 112 Para a Academia de Letras - Guiomar Sant’Anna Murta............................................... 113 Prêmio Literário Gonzaga de Carvalho: classificação - crônicas e poesias................ 114 Academia de Letras: histórico, patronos e quadro social............................................... 122

 

Apresentação

 

“Nós devemos lutar com vigor Para orgulho de nossa cidade Sempre atentos faremos com amor Que o saber seja luz e verdade”

1ª estrofe do Hino da Academia de Letras Hilda Ottoni Porto Ramos Nasce a Academia de Letras e sua revista literária

Em dezembro de 2002 nascia da prodigiosa mente da professora Amenaide Bandeira Rodrigues, membro fundadora e nossa primeira presidente, a ideia da criação de uma pequena revista para a Academia de Letras de Teófilo Otoni. Assim, surge a revista literária Café-comLetras, composta, inicialmente, somente por poemas produzidos pelos seus membros. A partir da edição de número cinco, a publicação ganha um novo formato, passa a ser monotemática, ou seja, a cada ano, o Conselho Geral, escolhe um tema de relevância para ser debatido e registrado em suas páginas, sob a forma de ensaios, prosa e verso. Neste ano de 2017, a Academia de Letras e sua revista literária completam 15 anos de existência: Jubileu de Cristal. A revista circula, de forma ininterrupta, desde sua criação; uma caminhada com muito trabalho e dedicação de todos os seus membros e colaboradores, que tem mantido viva esta chama literária, fazendo com que a entidade e sua revista mantenham-se vivas e atuantes no seio da sociedade teófilo-otonense. Ao ensejo desta data tão significava para a cultura teófilo-otonense, manifestamos nossos sinceros agradecimentos a todos, sem distinção, que contribuíram e ainda contribuem para a continuidade deste ambicioso projeto, qual seja, a manutenção da Academia de Letras e de suas múltiplas atividades literoculturais proporcionadas à cidade e região. Para comemorar o Jubileu de Cristal da Academia de Letras e da revista literária, lançamos esta edição, com temática voltada para a área dos Direitos Humanos. Esperamos que os textos apresentados possam contribuir, significativamente, para uma melhor compreensão deste tema, amplamente explorado nesta edição.

Tenham uma boa leitura!

Prof. Wilson Colares da Costa Secretário-Geral Academia de Letras de Teófilo Otoni

Crônicas de Leandro Campos Alves.

            Na vida muitas pessoas passam pela gente, algumas nos marcam profundamente em seus gestos e sua forma de viver, e outros tantos nem percebemos a sua estadia em nossas...
Foto Web             Tínhamos um comércio na década de oitenta, e o causo que passo a contar agora aconteceu mais ou menos assim.            Meu pai adquiriu uma camionete para seu comércio, e ela fazia a nossa alegria com o seu...
                   Lembro bem que em minha infância, trabalhávamos deste muito cedo, cada um em casa tinha seus afazeres, e como não poderia ser diferente até mesmo meu irmão caçula, Tiãozinho, tinha as suas...
          Foto WEB.                 A nossa infância marca muito nossas vidas, e agora trago um pedacinho desta história, um causo que ficou em nossas memórias, pois éramos quatro irmãos muito unidos, e se alguém incomodasse um...
        Foto Jornaldotonho.           A vida nos presenteia com algumas pérolas e causos, que por momentos esquecemos no passado em algum instante no tempo, mas num piscar de olhos nos lembramos destes momentos que nos trouxera muita alegria e...
              A vida é um mar de alegria, diga-se de passagem: ainda mais quando estamos acompanhados por pessoas extrovertidas que carregam em sua natureza a alegria de viver, pelo qual tudo é motivo de...
                  Foto: jose-ferraz-de-almeida-jr-pescando-1894-64x85cmostcolpart              Peço licença para contar um causo a vocês.         Um causo...
             Foto blog.                 http://tecnicotubar.blogspot.com.br/             Peço licença para contar um causo entre dois...
              A história do “bata ti bata tá” aconteceu na década de setenta.             Seu protagonista era uma criança com muita maturidade apesar de seus seis anos de idade....
<< 1 | 2

Meus Poemas.

Hoje a matemática ficou órfã, perdeu sua operação de multiplicação. Multiplicar conhecimentos, a lealdade e o discernimento.   Multiplicar a verdade, a palavra amiga, o laço de amizade, a voz da autoridade.   Multiplicar o amor pelo ensino, a gana do saber. Nos preparando para o...
Lembro-me daquele tempo, que era uma criança. E minha mãe pelas mãos me conduzia, para ir visitar a minha outra tia, que também se chamava Maria.   Primeiro trajeto da viagem era feito, numa estradinha cheia de curvas, e nos assentos de uma perua, cada passageiro ajeitava-se ao seu...
Tem gente que se acha grande. Tem gente que se acha justo. Tem gente que se acha gente.   Mas nem toda grandeza traz segurança, nem toda justiça é perfeita, nem todo achar nos faz ser gente.   A vida é feita de atos. A gente é feito pelo amor, e o amor... É feito de respeito.   A...
O tempo abranda a dor, cura o corte, cicatriza as lembranças, acalenta a morte, nos enche de esperanças.   O tempo abranda o passado, cura a ferida, apaga o que era errado, harmoniza o presente da vida.   O tempo é o único remédio, que abranda a desilusão, e faz renascer uma nova...
  Se um dia eu amei... Se um dia te conquistei... Digo a ti amor eterno, que minhas declarações são simples palavras, e não mostram o tamanho de meu sentimento.   Como frases jogadas ao vento, elas percorrem espaços, territórios e sonhos. Voam nas asas das promessas, mesmo assim, não...
  O silêncio da noite na cidade não será mais o mesmo. As ruas não terão na madrugada, o sons de seus passos solitários. A noite não trovoará a voz da sua amizade. O cambaleio do solitário sonhador, não terá mais sua maestria.   Nossas noites ficarão mais frias, as lembranças serão...
Foto arquivo pessoal Gisele C. de Souza   Lembro claramente, daquele fogão de lenha. vermelho reluzente, com chapa negra e bem quente. Sua fumaça sai calmamente, pela chaminé que ficava a sua frente.   Construído sobre o chão liso, verde era a cor daquele piso.   Em pé ao seu...
Sonhei com a morte, acordei para vida. Vi sonhos morrerem com tempo, mas vi o tempo ressurgir em mim.   Com pensamento sempre no futuro, esqueci de viver o presente. Passei a sonhar com o passado, e a vida? Simplesmente passava.   Vi amigos partirem, vi a morte de perto, e...
    Comoção mundial, Harmonia de orações no dialeto dos anjos; A saudade que marcou e marcará eternamente a história. Pessoas e profissionais a busca de seus sonhos, agora são saudades. Esta tragédia deixou não só a marca da dor, Com certeza deixou heróis, marcou nações,...
Senhor meu Deus, Pai da sabedoria e da onipotência. Aquele que sombreia seus filhos, com retidão, graças e benevolência.   Sois a razão da vida e da morte, sois a fonte da saúde e do amor. Sois o juiz dos juízes, sois o onipresente sentenciador.   A ti Pai eterno, prostro meus joelhos em...
Hoje não sinto mais prazer, perdi minha inocência, minha crença, minha própria consciência.   Crer nas pessoas cegamente é errado, mas quem poderia ver que em um Homem, existiria sonhos e esperança, e a inocência pura de criança?   Pena que tardio aprendi, vi minha vida sendo...
Pai nosso que estais no mundo, Pai de sabedoria, mansidão e salvação. Não deixe o medo me corroer, a sombra do mal me cobrir. A sua luz de minha alma sumir.   Pai da salvação, meu Sagrado Coração, leve suas bênçãos a quem necessita, neste momento de nossas vidas.   Pai da benevolência, da...
Porto seguro de minha vida, o espelho de retidão, fonte de minha inspiração.   Se é fato que a inspiração vem por Deus, o caminho pelos amigos, a palavra pela educação, e o amor pela família, então a família vem pela imagem de uma mãe. Mãe verdadeira e conselheira, amiga e heroína,  mesmo...
Desde já, Quero felicidades te desejar. Também quero te dar, Meu abraço carinhoso, E meu beijo bem ardente. Este beijo não em seu rosto. Mas de um jeito diferente, Como dois adolescentes. E não como o beijo de um homem ausente. O beijo de um amor eterno, Que lhe tira a razão e te...
Se meus olhos um dia não verem mais a luz. Se minha pele não transmitir mais o meu calor. Se meu olfato não sentir mais o cheiro das manhãs. Se um dia a luz ausentar-se de meu caminho. Se minhas pronúncias se calarem para o mundo.   Hei de deixar minha história escrita em recordações. E a...
1 | 2 | 3 | 4 >>

Contato

Escritor Leandro Campos Alves https://www.clubedeautores.com.br/authors/75816

https://www.facebook.com/escritorleandroalves/

http://busca.saraiva.com.br/q/leandro-campos-alves

https://plus.google.com/u/0/+EscritorLeandroCamposAlves