São Paulo pode proibir carne às segundas-feiras

        Será que nosso legislativo não tem coisas mais importantes para fazer?

        Absurdo quererem intervir no direito de escolha das pessoas, absurdo o modismo de quem não tem nada a pensar, absurdo ferirem o direito de escolha da população.

        Um país que muitos já passam fome, precisa de uma lei dessas?

        Senhores deputados, acho que vocês deveriam cuidar melhor de nossos interesses, e não ir ao modismo promovido por um ilustre Ex- The Beatles.

        Tenho orgulho em viver num país com uma população tão trabalhadora, mas vergonha por não sabermos escolher nossos políticos.

 

Leandro Campos Alves

Caxambu

28 de dezembro de 2018

 

REPORTAGEM MSN DESTA QUINTA FEIRA - 28/12/2017

 

    SÃO PAULO - Os deputados estaduais de São Paulo aprovaram na quarta-feira (27) um projeto de lei que estabelece a "Segunda sem Carne" em todo o estado. O texto, de autoria do deputado Feliciano Filho (PSC), vai para sanção do governador Geraldo Alckmin. 

    O projeto proíbe o "fornecimento de carnes e seus derivados às segundas-feiras, ainda que gratuitamente, nas escolas da rede pública de ensino e nos estabelecimentos que ofereçam refeição no âmbito dos órgãos públicos”.

    Além disso, o texto também determina que restaurantes, lanchonetes, bares, refeitórios e estabelecimentos similares deverão obrigatoriamente fixar em local visível ao consumidor um cardápio alternativo sem carne e seus derivados. Hospitais e unidades de saúde estão fora da proibição.

    Se sancionada pelo governador, a nova lei prevê multa de R$ 7.521 para quem descumprir a determinação. 

    Campanha internacional

    A Campanha Meat Free Mondays (Segunda Sem Carne) é encabeçada por Paul McCartney no Reino Unido e alcança outros 44 países. O objetivo da mobilização é conscientizar as pessoas para uma alimentação com menor sofrimento animal e impactos negativos no planeta. 

Fonte: msn

 

Contato

Leandro Campos Alves Caxambu MG / Liberdade MG. leandrocalves@hotmail.com