Ukwakusima Jonas

SOBRE UKWAKUSIMA

Nada sei a meu respeito...
Nada preciso além de respeito...
Nunca entre mil fui eleito...
Isto basta...?

Só a Existência pode Gerar Existência.

 

 

Natural de Namibe, mora atualmente em Luanda.

 

GERAÇÃO PARADOXAL

Quem supostamente te iria defender, 
Abre-te as pernas para te estuprar.
Deixando-te sem entender,
E sem ninguém pra confiar.

Poder judicial é subentendido. 
Bandido te assalta e te queixa. 
De vitima viras bandido 
Nessa terra?! …Mano deixa!

Magistrados camufulam a lei 
Se ousas manifestar vão te prender
Onde aprenderam isso eu também não sei 
É algo que também procuro entender.

Nullum Crimen sine lege 
Não sei se entenderam isso como 
jura, aqui mandam «corage»
«vou faze “mbora” mó pródromo!»

Ukwakusima Jonas

 

 

TERRA DO MAGICO!

Essa é a terra do Mágico 
Onde ovelhas viram leões
Com difícil parto verborrágico, 
Deu-se a luz uns Cinco anões.

Pedreiro é franco-atirador 
Electricista é temido estratega
Da Jeová testemunha a dor 
O avião e a catana fazem a esfrega.

Bandidos estão a deixar 
Ah porque “não temos competência”
Inocentes estão a matar 
Pela vossa incompetência.

É a TERRIVEL Quarta guerra mundial 
Feita com uma arma sem carregador 
A bem elaborada Divina Comedia Policial 
onde Dante Aliguieri é um Bispo torturador.

Ukwakusima Jonas

 

 

Comentário por Leandro Campos Alves

 

        A beleza dos versos é um suspense de realidade e romantismo, luta e sonhos.

        Os poemas chamaram-me a atenção pelos versos em luta, pela coragem, da mesma forma que a face do autor é uma incógnita, um mistério, que nos faz ver sua face através de seus versos.

 

A foto do autor é meramente ilustrativa.

Fonte:Página face do autor.

             Face book  

 

Contato

Leandro Campos Alves Caxambu MG / Liberdade MG. leandrocalves@hotmail.com